Pular para o conteúdo
Voltar

CGE participa de debate sobre desenvolvimento de hidrovias

Ligiani Silveira | CGE-MT

Assessoria de Comunicação da Fiemt
A | A

O secretário-controlador geral do Estado, José Celso Dorilêo Leite, participou nesta quinta-feira (20.09), em Cuiabá, do debate público denominado de "Diálogos Hidroviáveis - Programa de Integração Permanente de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável das Hidrovias Brasileiras”, promovido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e pela Agência de Desenvolvimento do Corredor Norte (Adecon).

O evento reuniu representantes de diversos segmentos da sociedade para debater demandas, gargalos e perspectivas para o desenvolvimento das hidrovias brasileiras como alternativa para o transporte da produção agropecuária. Hoje, Mato Grosso, por exemplo, utiliza o modal rodoviário (cujo custo é mais elevado do que dos modais ferroviários e hidroviários) para escoar praticamente toda sua produção. 

A participação do representante da CGE no evento deve-se à perspectiva de que a Controladoria comece a avaliar a execução de programas, com o objetivo de apurar a efetividade das políticas públicas. “Como a infraestrutura logística de modais de transporte pode vir a ser objeto de auditoria pela CGE, devido à importância econômica e social do assunto para Mato Grosso, não poderíamos (CGE) deixar de aceitar o convite para participar do debate. Aproveitamos a oportunidade desta edição do evento em Cuiabá para agregarmos conhecimento visando futuros trabalhos”, argumenta o secretário-controlador.

A programação teve quatro paineis sobre os seguintes temas:  infraestrutura existente, gargalos operacionais, demandas não atendidas e ações de curto prazo; volumes a serem produzidos em Mato Grosso; perspectivas da intermodalidade no Arco Norte para a competitividade da exportação agropecuária; Plano Nacional de Logística (PNL) e seus reflexos para o armazenamento e o transbordo de grãos nas hidrovias da Amazônia. 

Entre os palestrantes e debatedores, estiveram o secretário de Infraestrutura Portuária, Hídrica e Ferroviária do Tribunal de Contas da União (TCU), Uriel Almeida Papa; o presidente da Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária (Fenavega), Raimundo Holanda Cavalcante Filho; o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro; o diretor de Infraestrutura Aquaviária do Dnit, Erick Moura, entre outros.

Os candidatos ao Governo de Mato Grosso foram convidados a participar do evento e apresentar suas propostas para equacionar os gargalos da infraestrutura no Estado. 

O evento é foi realizado em parceria com a Aprosoja, Fiemt, Movimento Pró-Logística e Famato.