Pular para o conteúdo
Voltar

CGE empossa novos membros do Conselho de Controle Interno

A eleição dos novos membros titulares e suplentes foi realizada no dia 15 de maio/2019
Ligiani Silveira | CGE-MT

Posse do Conselho do Sistema de Controle Interno, na CGE-MT - Foto por: Ligiani Silveira - CGE/MT
Posse do Conselho do Sistema de Controle Interno, na CGE-MT
A | A

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) empossou nesta segunda-feira (03.06) os membros eleitos do Conselho do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo de Mato Grosso (CSCI) para o biênio 2019-2021. A eleição dos novos membros titulares e suplentes foi realizada no dia 15 de maio/2019.

Os membros titulares são: Breno Camargo Santiago e Marcos Vinicios Santos Saraiva. Os suplentes: Bruno Fernandes Sugawara e Marcos Keniti Fujimura. Todos são auditores do Estado.

Na posse, os eleitos manifestaram a disposição e o compromisso de contribuir com estudos, projetos e ideias para as matérias colocadas em pauta. “Esperamos contribuir da melhor forma possível, pensando sempre na melhoria do sistema de controle interno do Poder Executivo Estadual”, disse o auditor Breno Camargo Santiago.  

O secretário-controlador geral do Estado, Emerson Hideki Hayashida, deu boas-vindas aos novos conselheiros e ressaltou que o foco de atuação do colegiado é o controle interno do Estado de Mato Grosso, e não o controle interno da CGE-MT. “Precisamos desempenhar este papel com afinco para que os resultados sejam efetivos para a sociedade, ou seja, para que nossa atuação contribua para a melhoria na prestação dos serviços públicos estaduais”, comentou.

O secretário-adjunto de Controle Preventivo e Auditoria da CGE, José Alves Pereira Filho, destacou a vontade dos auditores em colocar seus nomes à disposição do colegiado, concebido como instrumento de gestão participativa. “O conselho foi criado numa ideia de administração participativa para que a gestão da CGE não fique somente nas mãos do secretário-controlador geral e dos adjuntos.”

Órgão de deliberação colegiada e instância superior, o CSCI tem como principal função: aprovar a política e as diretrizes do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso, incluindo as funções de Auditoria Governamental, de Controle, de Correição e de Ouvidoria.

Uma atribuição específica é analisar e pronunciar-se, em última instância, sobre divergências de entendimentos técnicos no âmbito da CGE e entre membros da Controladoria e servidores dos órgãos e entidades do Poder Executivo.

O colegiado foi instalado em junho de 2015, como um desdobramento da Lei Complementar n. 550/2014, que transformou efetivamente a Auditoria Geral do Estado (AGE) em CGE.

Desde então, a atuação do CSCI já resultou na regulamentação e padronização dos produtos de Corregedoria e de Ouvidoria; elaboração de fluxos de procedimentos das demandas de Ouvidoria e Serviço de Informação ao Cidadão; pacificação do entendimento quanto à qualificação exigida para lotação de servidores nas Unidades Setoriais de Controle Interno; definição de normas para publicação dos produtos da CGE, entre outras questões. 

Composição

O Conselho do Sistema de Controle Interno tem como membros natos o secretário-controlador geral do Estado na atribuição de presidente; e os secretários-adjuntos de Corregedoria Geral e de Controle Preventivo e Auditoria.

Também compõem o colegiado dois auditores do Estado em efetivo exercício e lotados na CGE, eleitos por seus pares, além de dois suplentes escolhidos entre os mais votados para mandato de dois anos.

Confira AQUI a galeria de fotos da posse.