Pular para o conteúdo
Voltar

Conaci lança seu primeiro livro, em Fortaleza

A edição é um compilado de estudos e dados na área, publicados no Brasil
Ascom | Conaci

A | A

O Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) lançou na quarta-feira (25.09) o livro "Sistema de Controle Interno da Administração Pública na União Europeia e no Brasil ", com autoria de 14 especialistas em controle. A edição é um compilado de estudos e dados na área, publicados no Brasil.

O lançamento da publicação foi realizado como parte da programação do XV Encontro Nacional de Controle Interno, sediado em Fortaleza (CE). Confira abaixo uma entrevista do controlador-geral do estado de São Paulo, Gustavo Úngaro, à época presidente do conselho. Ele quem  coordenou as atividades literárias.

1)Como foi a escolha do tema do livro?

O lançamento de hoje marca o início da produção bibliográfica do Conaci, compartilhando conhecimentos essenciais sobre controle interno da Administração Pública, indo além dos dados e documentos institucionais anteriormente reunidos e publicados no Panorama do Controle Interno no Brasil.

2)Os autores apresentam o Controle Interno da administração pública na União Europeia e no Brasil. É possível sintetizar as principais diferenças?

O livro Sistema de Controle Interno da Administração Pública na União Europeia e no Brasil, elaborado coletivamente por 14 especialistas, é fruto da atuação conjunta das Controladorias brasileiras, congregadas no Conaci, em conjunto com o Banco Mundial e com a Comunidade de Práticas de Auditoria Interna do por Cooperação Interpares para a Gestão de Gastos Públicos PEMPAL/IACOP, publicado pela Editora Fórum.

As 257 páginas resultam de 2 seminários técnicos realizados no Brasil, em 2014 e 2015, com participação de convidados estrangeiros, e principalmente de 2 visitas de estudos internacionais, realizadas às Auditorias Gerais de Croácia e Bulgária, países que ingressaram na União Europeia após a realização de reformas dos seus sistemas de controle interno - Public Internal Control - PIC, assimilando os parâmetros do IA-CM - Internal Audit Capacity Model.

3) Qual o objetivo principal a se alcançar com os temas tratados?

Foram identificados e analisados, comparativamente, métodos e procedimentos de funcionamento e estruturação da auditoria governamental, desde seu planejamento, com base em análise de riscos, até a forma de seu relatório e o modo de monitoramento, com vistas à efetividade da ação de controle, que precisa contribuir para a consecução dos resultados almejados pela sociedade.

5) O livro é voltado somente para os que atuam com Controle Interno?

O livro sintetiza, contemplando diversos pontos de vista, o sistema europeu de controle interno, aborda os principais conceitos e procedimentos, diferenciando atividade de auditoria das tarefas de inspeção, fiscalização e punição, aponta desafios e alternativas de evolução e convergência, aborda as atividades de harmonização e o processo de transição para o novo modelo, indicando caminhos bem pavimentados para o aperfeiçoamento das práticas de controle interno.