Pular para o conteúdo
Voltar

CGU promove quarta edição do Concurso de Vídeo 1 Minuto Contra a Corrupção

Objetivo é incentivar produção de curtas-metragens de todos os gêneros, gravados pelo celular, com narrativas que promovam a conscientização sobre o tema
Ascom | CGU

- Foto por: CGU
A | A

Controladoria-Geral da União (CGU), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB) lançam o IV Concurso de Vídeo 1 Minuto Contra a Corrupção. O objetivo é incentivar a produção de curtas-metragens de todos os gêneros (ficção, clipe, publicidade ou documentário), gravados por meio de aparelho celular, com narrativas que promovam a conscientização para a prevenção e o combate à corrupção.  

A inscrição é gratuita e pode ser feita até o dia 19 de novembro de 2019. A idade mínima de participação é de 15 anos. A iniciativa é aberta a todos os Estados da federação. O interessado deve acessar o site www.ufpb.br/contraacorrupcao, preencher uma ficha técnica, aceitar as condições do Concurso e enviar o link para o endereço do vídeo na internet.

Os critérios de avaliação do certame são: aderência ao tema, qualidade do roteiro, qualidade de vídeo e qualidade de áudio. Cada participante pode concorrer com até dois vídeos.

>> Confira o regulamento na íntegra

O resultado será divulgado no site do concurso até o dia 25 de novembro de 2019. Os autores dos quatro vídeos mais bem classificados irão ganhar, cada um, um tablet e um certificado. A premiação e exibição dos vídeos vencedores ocorrerá durante a programação do 14º FestAruanda do Audiovisual Brasileiro, no mês de dezembro, cidade de João Pessoa (PB).

O Concurso conta, ainda, com a parceria do Sindicato Nacional do Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle (Unacon Sindical), do Ministério Público do Trabalho (MPT), da escola de idiomas Yázigi-Rui Carneiro e da TV Cabo Branco (afiliada da Rede Globo).

Sucesso

A participação da CGU no Concurso acontece por meio de sua Unidade Regional no Estado da Paraíba e pela Coordenação-Geral de Cooperação Federativa e Controle Social (CFECS), ligada à Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrução (STPC). 

O auditor Walber Alexandre de Oliveira e Silva, ponto focal da CGU no projeto, comemora o sucesso do projeto: “Até a última edição já foram produzidos 84 vídeos e postos à disposição da sociedade em plataformas de livre acesso na Internet. Contando apenas os vídeos premiados, registramos 7,6 mil visualizações, demonstrando que a mensagem circula e atinge o nosso objetivo”, afirmou.